(Créditos da imagem: Peter Ward / Insight Investment Astronomy Photographer).

O Insight Investment Astronomy Photographer é um concurso de astrofotografia feito anualmente pelo Observatório Real de Greenwich, localizado na Inglaterra. Desde 2015, o concurso é patrocinado pela Insight Investment, uma subsidiária do The Bank of New York Mellon. É por isso que o concurso leva esse nome.

Detalhes de astrofotografia

Os detalhes técnicos de astrofotografia, equipamentos utilizados e tempos de exposição das fotografias astronômicas podem ser verificados no site oficial do concurso.

Vencedor geral e vencedor da categoria de galáxias

“Andromeda Galaxy at Arm’s Length”. (Créditos da imagem: Nicolas Lefaudeux/Insight Investment Astronomy Photographer).

Chamada de “Galáxia de Andrômeda à distância de um braço”, a foto foi feita por Nicolas Lefaudeux, e lhe rendeu o prêmio geral e o prêmio da categoria de galáxias.

Vencedor da categoria de Vistas do Céu

“Painting the Sky”. (Créditos da imagem: Thomas Kast/Insight Investment Astronomy Photographer).

“Nuvens nacaradas são um dos fenômenos atmosféricos mais encantadores. Como o fotógrafo, os juízes ficaram fascinados com a foto. Ele captura deliciosamente a rica paleta e as pinceladas graciosas que podem ser encontradas na natureza”, comenta Melanie Vandenbrouck, curadora de arte no Royal Museums of Greenwich.

Vencedor da categoria “Nosso Sol”

“Liquid Sunshine”. (Créditos da imagem: Alexandra Hart/Insight Investment Astronomy Photographer).

Esta fotografia, feita por Alexandra Hart, capta os detalhes da irregular superfície solar. A fotografia a rendeu a categoria “Nosso Sol”.

LEIA TAMBÉM: Veja um timelapse da NASA de uma década de atividade solar

Vencedor da categoria “Nossa Lua”

“Tycho Crater Region with Colours”. (Créditos da imagem: Alain Paillou/Insight Investment Astronomy Photographer).

O prêmio “Nossa Lua” foi para Alain Paillou, com essa foto da Região da Cratera Tycho.

Vencedor da categoria de auroras

“The Green Lady”. (Créditos da imagem: Nicholas Roemmelt/Insight Investment Astronomy Photographer).

“Uma imagem majestosa e etérea como se tivesse sido tirada na fronteira da vida após a morte. Uma visão tão esperançosa, estimulante e edificante”, diz Jon Culshaw, comediante, imitador e convidado regular em The Sky at Night.

Vencedor da categoria de planetas, cometas e asteroides

“Space Between Us…”. (Créditos da imagem: Łukasz Sujka/Insight Investment Astronomy Photographer).

Nessa foto, feita por Łukasz Sujka, a Lua e Júpiter parecem bastante próximos, mas são extremamente distantes.

Vencedor da categoria “Pessoas e espaço”

“‘The Prison of Technology”. (Créditos da imagem: Rafael Schmall/Insight Investment Astronomy Photographer).

“Às vezes, a beleza pode revelar uma verdade pouco atraente. Esta imagem é tão esteticamente agradável quanto chocante. Até onde devemos ir em nossa busca por “mais” antes de percebermos o quão irremediavelmente estamos alterando nossa preciosa conexão com nosso céu noturno?”, diz Melanie Vandenbrouck, curadora de arte no Royal Museums of Greenwich.

A foto de Rafael Schmall mostra o resultado dos satélites em órbita da Terra.

Vencedor da categoria de estrelas e nebulosas

“Cosmic Inferno”. (Créditos da imagem: Peter Ward/Insight Investment Astronomy Photographer).

“É um lembrete e uma prova dos horrores a que o fotógrafo faz referência durante os incêndios florestais australianos. Como fotógrafos e artistas, muitas vezes são as experiências pessoais e os momentos de nossas vidas individuais que traduzimos em nossas representações do que vemos e depois representamos para o nosso público por meio de nossas obras”, diz Ed Robinson, fundador da OneRedEye Visual Communications.

LEIA TAMBÉM: Queimadas aumentam 240% no Pantanal e 10% do bioma já foi afetado

Vencedor da categoria “Prêmio Sir Patrick Moore de Melhor Vencedor Novato”

“Waves”. (Créditos da imagem: Bence Toth/Insight Investment Astronomy Photographer).

“O processamento é excelente, destacando os detalhes e aprimorando a estrutura para dar uma impressão 3D da crista de uma onda enorme pronta para cair”, diz Mandy Bailey, secretária de astronomia da Royal Astronomical Society.

Vencedor da categoria “Annie Maunder para inovação em imagem”

“Dark River (detail)”. (Créditos da imagem: Julie Hill/Insight Investment Astronomy Photographer).

Julie Hill capta uma perspectiva distante e tridimensional de 84 milhões de estrelas.

Vencedor da categoria de jovem concurso

“The Four Planets and the Moon”. (Créditos da imagem: Alice Fock Hang/Insight Investment Astronomy Photographer).

Alice Fock Hang tem apenas 10 anos de idade e se iguala aos fotógrafos adultos profissionais de astrofotografia.