(Créditos da imagem: Getty Images).

Em um novo artigo publicado na revista BioScience, uma equipe de biólogos alertam sobre o risco de extinção dos vaga-lumes. De acordo com o estudo, o habitat das quase duas mil espécies está ameaçado pelo uso de pesticidas e pela luz artificial.

A principal ameaças a esses insetos são as luzes artificiais, que iluminam as noites em grande parte do mundo, e afetam diretamente no ritual de acasalamento dos vagalumes.

“Além de perturbar os biorritmos naturais — incluindo os nossos — a poluição luminosa realmente atrapalha os rituais de acasalamento dos vaga-lumes”, disse a entomologista Avalon Owens, doutoranda na Universidade Tufts e coautora do estudo.

O fator conhecido como “turismo de vaga-lumes” também preocupa os cientistas, pois esse tipo de atividade de observação, que ocorre principalmente no México, EUA, Filipinas e Tailândia, atrai milhares de visitantes que acabam perturbando o habitat ou pisando nos insetos.

O desmatamento, os incêndios e as mudanças climáticas também contribuem para o desaparecimento dos insetos. Em razão disso, os pesquisadores solicitam medidas urgentes para proteger não somente os vaga-lumes, mas todos os insetos, pois um “apocalipse silencioso” se aproxima para os insetos, e mais de 40% deles se encontram em perigo de extinção. [BBC e History].