(Créditos da imagem: U.S. Navy Medicine/Victor Tangermann).

O vírus Influenza mata até 650 mil pessoas por ano e adoece muito mais — e mesmo que você tenha recebido a vacina anual, as probabilidades de você obter a infecção viral ainda são altas.

E por essa razão os médicos estão empolgados com um novo remédio experimental que pode fornecer ampla proteção contra muitas cepas da gripe, de acordo com a NPR, mesmo em níveis de infecção que atualmente são fatais. Há muitas ressalvas, incluindo que a medicação ainda não foi testado em seres humanos, mas é possível que a nova molécula possa ser a cura esperada para a gripe.

Um novo artigo publicado na revista Science descreve o tratamento, que imita a maneira pela qual o corpo usa naturalmente os anticorpos para combater os vírus.

Publicidade

“Se você me dissesse há 10 anos que tínhamos uma pequena molécula que poderia fazer isso, eu ficaria completamente surpreso”, disse Ian Wilson, biólogo do Scripps Research Institute e coautor do estudo, em uma entrevista ao NRP.

Os únicos pacientes que tomaram o novo medicamento até agora são ratos de laboratório. Mas mesmo quando os ratos foram expostos a níveis letais da gripe, 100% dos que foram tratados com o novo remédio sobreviveram.

Publicidade

Promissoramente, de acordo com a NPR, a nova medicação também foi eficaz no tratamento de células pulmonares humanas cultivadas no laboratório — abrindo um potencial caminho para testes em humanos.

“É um estudo realmente interessante”, disse à NPR Jesse Bloom, virologista do Centro de Pesquisa do Câncer Fred Hutchinson, que não estava envolvido na pesquisa.

Fonte:Futurism
Compartilhe:
Giovane Almeida
Sou baiano, tenho 18 anos e sou fascinado pelo Cosmos. Atualmente trabalho com a divulgação científica na internet — principalmente no Ciencianautas, projeto em que eu mesmo fundei aos 15 anos de idade —, com ênfase na astronomia e biologia.

Deixe seu comentário!

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.