Pastilhas com larvicida se mostram eficientes no combate ao Aedes. (Créditos da imagem: UFMG).

Pense Ciência — Pesquisadores da UFMG desenvolveram uma tecnologia barata capaz de combater ovos e larvas do mosquito Aedes aegypti em águas sujas.

O kit com cinco pastilhas (ou tijolinhos) de cerâmica tratadas quimicamente com material larvicida custa cerca de R$1 e, de acordo com testes, possibilita a redução de até 80% da população de larvas da espécie.

Com níveis de concentração que não fazem mal ao ser humano, a substância é eficiente para conter a proliferação de mosquitos em locais como bueiros, bocas de lobo, sifões de pias e ralos.

Tijolinhos, ou pastilhas, com larvicida foram colocados nos bueiros do campus Saúde da universidade. (Créditos da imagem: UFMG).

Segundo o professor do Departamento de Química da UFMG, um kit ou sachê deve ser usado em cada bueiro ou ralo, e o material larvicida é liberado durante seis semanas, de forma lenta e controlada, quando entra em contato com a água.

Os tijolinhos também são capazes de repelir outras pragas, como baratas e escorpiões, além de conseguirem eliminar larvas e ovos de outros mosquitos, como o vetor da malária e da febre amarela. [UFMG].

Este texto foi originalmente publicado por Pense Ciência. Leia o original aqui.