Placas solares. (Créditos da imagem: Pixabay).

Chernobyl se tornou para nós um sinônimo de desastre. Mas e se usassem esse local para fazer o contrário de nosso pensamento sobre a cidade? E se utilizassem Chernobyl para melhorar o meio ambiente? Pois, é isso que a empresa Solar Chernobyl está fazendo. Essa cidade abandonada será a primeira fazenda de energia solar da Ucrânia.

Sobre um chão de concreto para evitar a radiação do solo ainda contaminado, trabalhadores instalam 3.800 painéis para gerar cerca de 1 megawatt, ou energia suficiente para cerca de 2 mil apartamentos, segundo Yevgen Varyagin, chefe da empresa responsável pela fazenda. O empreendimento de um milhão de euros (cerca de R$3,9 milhões) deve dar retorno financeiro em 7 anos.

Segundo autoridades ucranianas, há em torno dos reatores uma área de 2 mil quilômetros quadrados que não poderá ser habitada durante os próximos 24 mil anos, devido aos altos níveis de radiação. Porém, a área serve para diversos projetos; entre eles, uma fazenda solar.

Publicidade

Para não haver risco de contaminação aos trabalhadores, além do chão de concreto para evitar o contato direto com o solo, foi colocada uma enorme cúpula em torno do reator acidentado. A radiação por perto da cúpula está agora um décimo dos níveis anteriores, segundo dados oficiais.

Kiev, capital da Ucrânia recebeu cerca de 60 propostas de diversas empresas estrangeiras interessadas em investir em futuros desenvolvimentos na fazenda.

Publicidade

Será o futuro de Chernobyl será sinônimo de energia limpa?

Referências:

  1. GOHD, Chelsea. “Chernobyl Is Being Transformed Into an Immense Renewable Energy Farm”; Futurism. Acesso em: 16 jan. 2017.
  2. Seeker. “Chernobyl Will Soon Be Generating Solar Power”. Acesso em: 16 jan. 2017.
Compartilhe:
Avatar
Mais um insignificante humano habitando um pálido ponto azul no vasto oceano cósmico circundante. Com minha ilusória auto-importância, característica humana, me aventuro pelo jornalismo científico. Apaixonado pela ciência desde criança, sou uma das poucas pessoas que como diz Carl Sagan, “passam pelo sistema com sua admiração e entusiasmo intactos”. Atualmente faço o ensino médio em uma ETEC e escrevo para o Ciencianautas.

Deixe seu comentário!

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.