Planeta Terra visto a partir do espaço sideral. (Créditos da imagem: NASA/JPL).

A Terra, o terceiro planeta a partir do Sol, é o quinto maior planeta do Sistema Solar; apenas os gigantes de gás (Júpiter, Saturno, Urano e Netuno) são maiores. A Terra é o maior dos planetas terrestres do Sistema Solar, maior do que Mercúrio, Vênus e Marte.

Raio, diâmetro e circunferência

O raio da Terra no equador é de 6.378 quilômetros, de acordo com o Sistema Geodésico Mundial, padrão de cartografia e navegação. No entanto, a Terra não é uma esfera. A rotação do planeta provoca uma protuberância no equador. O diâmetro equatorial da Terra é de 12,756 quilômetros, mas de polo a polo, o diâmetro é de 12,710 quilômetros — uma diferença de 46 quilômetros.

Usando estas medidas, a circunferência equatorial da Terra é de aproximadamente 40,075 quilômetros. No entanto, a circunferência meridional da Terra é de 39,930 quilômetros. Esta forma, causada pelo achatamento nos polos, é chamada de esferoide oblato.

Publicidade

Densidade, massa e volume

A densidade da Terra é de 5,513 gramas por centímetro cúbico, de acordo com a NASA. A Terra é o planeta mais denso do Sistema Solar devido ao seu núcleo metálico e ao seu manto rochoso. Júpiter, que é 318 mais massivo do que a Terra, é menos denso porque é feito de gases, como o hidrogênio.

A massa da Terra é de aproximadamente 6,6 sextilhões de quilos. O volume é de cerca de 1 trilhão de quilômetros cúbicos.

Publicidade

A área de superfície total da Terra é de cerca de 197 milhões de quilômetros quadrados. Cerca de 71% são cobertos por água e 29% por terra.

Pontos mais altos e mais baixos

O Monte Everest é o lugar mais alto da Terra, a 8.848 metros acima do nível do mar, porém não é o ponto mais distante do centro da Terra. Esta distinção pertence ao Monte Chimborazo, na Cordilheira dos Andes, de acordo com a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA, na sigla em inglês). Embora o Chimborazo seja cerca de 3 mil metros menor (em relação ao nível do mar) do que o Everest, essa montanha está a cerca de 2 mil metros mais distante do centro do planeta, por causa da protuberância equatorial.

Adaptado de Tim Sharp para o Space.com.
Compartilhe:
Giovane Almeida
Sou baiano, tenho 18 anos e sou fascinado pelo Cosmos. Atualmente trabalho com a divulgação científica na internet — principalmente no Ciencianautas, projeto em que eu mesmo fundei aos 15 anos de idade —, com ênfase na astronomia e biologia.

Deixe seu comentário!

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.