(Créditos da imagem: NASA/Victor Tangermann).

Atualmente não temos a capacidade de construir um telescópio do tamanho da Terra que nos permitiria investigar os confins do nosso Universo.

Mas nós temos um planeta, e usando um truque de física, David Kipping, professor de astronomia na Universidade de Columbia, considera que podemos transformar a nossa atmosfera em um telescópio gigante que ele chama de “terrascope”.

Kipping detalha seu “terrascope” em um artigo publicado no servidor de pré-impressão arXiv, mas para aqueles que procuram uma explicação mais fácil de digerir, ele também preparou um vídeo de 30 minutos que está disponível no YouTube

Publicidade

A ideia básica por trás do “terrascope” é que a atmosfera da Terra refrata naturalmente a luz das estrelas, assim como a lente de um telescópio, e com algum esforço, podemos aproveitar essa refração.

Publicidade

Tanto no seu artigo quanto no vídeo, Kipping observa os muitos obstáculos potenciais que podem impedir que o “terrascope” funcione como esperado. No entanto, ele está esperançoso de que outros pesquisadores também se interessem pela ideia. [Futurism].

Compartilhe:
Giovane Almeida
Sou baiano, tenho 18 anos e sou fascinado pelo Cosmos. Atualmente trabalho com a divulgação científica na internet — principalmente no Ciencianautas, projeto em que eu mesmo fundei aos 15 anos de idade —, com ênfase na astronomia e biologia.

Deixe seu comentário!

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.