Germinação das sementes de algodão na Lua. (Créditos da imagem: CLEP).

Aprender a cultivar material biológico fora da Terra é essencial para futuras longas missões espaciais. A China acaba de conseguir fazer uma semente de algodão brotar na Lua.

O feito ocorre logo após outro marco anterior, da mesma missão. A Chang’e-4, nomeada em homenagem à deusa chinesa da Lua, fez o primeiro pouso da história no lado oculto da Lua*. Lançada em 7 de dezembro de 2018, a missão levou um pousador e um rover. A alunissagem ocorreu no dia 3 de janeiro.

Anteriormente já havia se cultivado plantas na ISS, mas nunca na Lua. Os chineses estão sendo pioneiros nisso.

O broto surgiu em uma vasilha hermética a bordo da sonda. Além do algodão, há no recipiente sementes de batata, colza, leveduras e ovos de moscas-da-fruta. A intenção é formar um ambiente auto-sustentável.

Segundo disse Fred Watson, do Observatório Astronômico da Austrália para a BBC, “[o feito] sugere que pode não haver problemas intransponíveis para os astronautas no futuro ao tentar cultivar suas próprias plantações na Lua em um ambiente controlado”.

Publicidade

A biosfera é monitorada, com controles de umidade e de temperatura. É esperado que todas as sementes germinem. Os componentes foram selecionados para desempenhar papéis importantes. A levedura, por exemplo, ajudará na regulação do dióxido de carbono, e a mosca-da-fruta deverá se alimentar das plantas.

“Demos consideração à futura sobrevivência no espaço. Aprender sobre o crescimento dessas plantas em um ambiente de baixa gravidade nos permitiria estabelecer as bases para nosso futuro estabelecimento de base espacial”, disse Xie Gengxin, responsável pelo experimento, ao jornal South China Morning Post.

A missão também está estudando o lado escuro da lua. Centenas de fotos já foram capturadas e enviadas para a Terra.

*A Lua possui um lado sempre oculto para nós pois a rotação lunar é sincronizada com a da Terra. Portanto, vemos sempre o mesmo lado do satélite.

Referências:

    1. BBC. China na Lua: país anuncia primeiro nascimento de broto de planta no satélite da história. Acesso em: 16 jan. 2018.
    2. IFL Science. China Has Just Sprouted A Plant On The Far Side Of The Moon. Acesso em: 16 jan. 2018.
Compartilhe:
Mais um insignificante humano habitando um pálido ponto azul no vasto oceano cósmico circundante. Com minha ilusória auto-importância, característica humana, pretendo seguir carreira no jornalismo científico. Apaixonado pela ciência desde criança, sou uma das poucas pessoas que como diz Carl Sagan, “passam pelo sistema com sua admiração e entusiasmo intactos”. Atualmente faço o ensino médio em uma ETEC e escrevo para o Ciencianautas.

Deixe seu comentário!

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.