(Créditos da imagem: NASA).

Segundo os astrônomos, trata-se de um choque em arco, causado quando a sonda ultrapassa o gigantesco campo magnético de Júpiter. Assim como na Terra, o campo protege o planeta dos violentos ventos solares.

A NASA decodificou os dados registrados durante a entrada da sonda na magnetosfera de Júpiter e os transformou em áudio e gráfico. Os dados foram obtidos através do instrumento de ondas da sonda. [NASA Jet Propulsion Laboratory].