(Créditos da imagem: NASA).

Segundo os astrônomos, trata-se de um choque em arco, causado quando a sonda ultrapassa o gigantesco campo magnético de Júpiter. Assim como na Terra, o campo protege o planeta dos violentos ventos solares.

A NASA decodificou os dados registrados durante a entrada da sonda na magnetosfera de Júpiter e os transformou em áudio e gráfico. Os dados foram obtidos através do instrumento de ondas da sonda.

Publicidade
Fonte:NASA Jet Propulsion Laboratory
Compartilhe:
Giovane Almeida
Sou baiano, tenho 18 anos e sou fascinado pelo Cosmos. Atualmente trabalho com a divulgação científica na internet — principalmente no Ciencianautas, projeto em que eu mesmo fundei aos 15 anos de idade —, com ênfase na astronomia e biologia.

Deixe seu comentário!

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.