(Créditos da imagem: Nicholas Jones/iStockPhoto).

Os megálitos de 30 toneladas que compõem a estrutura de Stonehenge, em Wiltshire, no Reino Unido, podem ter sido movidos usando mais do que apenas graxa. Resíduos de gordura de porco em vasos de cerâmica próximos ao local indica a ideia de que os construtores engraxavam os trenós com banha ou sebo para transportar as pedras, sugere uma nova análise.

No passado, os arqueólogos especularam que as altas concentrações de gordura de porco em vasos de cerâmica, encontrados na aldeia vizinha e pré-histórica de Durrington Walls, foram usadas para preparar banquetes para centenas de construtores famintos de Stonehenge. Se as pessoas desse tempo usassem esses vasos para cozinhar porco, elas teriam que cortar os porcos em pequenos pedaços para caber nos potes. Entretanto, as carcaças de porcos nesses locais foram encontradas inteiras e queimadas nas extremidades dos ossos da perna, o que significa que elas provavelmente foram assadas em um espeto, argumentam os pesquisadores. Em vez disso, a equipe sugere que os vasos de cerâmica podem ter sido usados ​​para coletar a gordura enquanto os porcos eram assados, que então era armazenada como banha ou sebo.

A estrutura de Stonehenge é composta de megálitos com peso de até 30 toneladas transportadas de um local a cerca de 30 quilômetros ao norte, e de arenitos menores a cerca de 140 quilômetros de distância, nas colinas de Preseli, no atual País de Gales. Para mover essas pedras a longas distâncias, os construtores provavelmente as manobraram em trenós de madeira e rolaram sobre troncos. O estudo aponta a hipótese do “trenó oleoso”, que argumenta que ao usar gordura animal como lubrificante para reduzir a fricção entre o trenó e os troncos, o transporte dos megálitos seria muito mais fácil. [Science].

Publicidade
Compartilhe:
Giovane Almeida
Sou baiano, tenho 18 anos e sou fascinado pelo Cosmos. Atualmente trabalho com a divulgação científica na internet — principalmente no Ciencianautas, projeto em que eu mesmo fundei aos 15 anos de idade —, com ênfase na astronomia e biologia.

Deixe seu comentário!

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.