(Créditos da imagem: Lion Five/Victor Tangermann).

As técnicas de edição genética que foram usadas recentemente em células humanas pela primeira vez podem algum dia permitir que os médicos destruam vírus como o herpes ou a hepatite B dentro das células humanas, dizem cientistas.

De acordo com um comunicado de imprensa publicado pela Universidade Cornell, a nova técnica, chamada de CRISPR-Cas3, pode ser utilizada para curar doenças virais.

Os cientistas usaram o CRISPR-Cas3 para identificar e desfazer longos trechos de DNA humano, de acordo com uma pesquisa publicada na revista Molecular Cell. A nova ferramenta de edição genética permite que os cientistas compreendam mais rapidamente sobre trechos específicos de informações genéticas e como eles interagem com certas doenças.

Publicidade

Isso significa que o CRISPR-Cas3 pode atacar e destruir o DNA viral.