(Créditos da imagem: John Wise/Georgia Tech).

Uma equipe de astrofísicos dos Estados Unidos, Irlanda e Finlândia pode ter chegado à fórmula para a formação dos primeiros buracos negros supermassivos do Universo. Os buracos negros supermassivos localizam-se no centro de grandes galáxias, incluindo a Via Láctea. O motivo pelo qual esses buracos negros gigantes surgiram deixam os astrofísicos perplexos.

Um modelo teórico desenvolvido pelo pesquisador John Regan, da Universidade de Dublin, fornece uma solução atraente usando a radiação de galáxias vizinhas como um catalisador para a formação de buracos negros supermassivos.

“Entender como os buracos negros supermassivos se formaram explica como as galáxias, incluindo a nossa, se formam e evoluem. Também nos diz mais sobre o Universo em que vivemos”, disse Regan.

Em simulações computacionais, Regan e seus colegas mostraram que um buraco negro pode crescer rapidamente no centro de uma protogaláxia se outra galáxia primitiva estiver nas proximidades emitindo radiação suficiente para “desligar” a capacidade de formação estelar. Desta forma, a protogaláxia cresce até o eventual colapso, formando um buraco negro que se alimenta do gás remanescente e, mais tarde, da poeira das estrelas moribundas, se tornando um buraco negro supermassivo.

“Quando as protogaláxias estão muito próximas, o poderoso campo de radiação de uma galáxia primitiva esteriliza o outro, desabilitando sua capacidade de formar estrelas”, explicaram os cientistas. “A galáxia esterilizada continua crescendo em massa, atingindo um valor crítico a partir do qual a formação de um buraco negro é inevitável”.

Publicidade

Os astrofísicos esperam o lançamento do Telescópio Espacial James Webb para testar a hipótese.

Fonte:Sci-News
Compartilhe:
Giovane Almeida
Sou baiano, tenho 17 anos e sou fascinado pelo Cosmos. Atualmente trabalho com a divulgação científica na internet — principalmente no Ciencianautas, projeto em que eu mesmo fundei aos 15 anos de idade —, com ênfase na astronomia e biologia.

3 comentários

Deixe seu comentário!

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.