(Créditos da imagem: Reprodução/NASA).

Uma enorme tempestade de poeira que envolveu o planeta Marte em junho de 2018 cobriu os painéis solares do rover e deixou os engenheiros lutando por meses para recuperar o contato. Contudo, a NASA decretou nesta quarta-feira (13/02) o fim da missão.

Explorando Marte

Uma das imagens finais do Opportunity mostra seu braço robótico em ação no Perseverance Valley, uma semana antes da tempestade:

(Créditos da imagem: Reprodução/NASA).

Limite de poeira

O rover resistiu a muitas tempestades ao longo de seus 14 anos. Por exemplo, a poeira vermelha que camuflou o robô no início de 2014:

Publicidade
Opportunity durante a tempestade de 2014. (Créditos da imagem: Reprodução/NASA).

Recordista

O Opportunity sobreviveu por 5.111 dias em Marte e percorreu mais de 45 quilômetros — um recorde de distância para veículos com rodas além da Terra.

Um autorretrato do Opportunity registrado no dia marciano de número 5.000  mostrou o rover, do tamanho de um carrinho de golfe, brilhando à luz do Sol:

Publicidade
(Créditos da imagem: Reprodução/NASA).

Mas a enorme tempestade que atingiu Marte em junho de 2018 obscureceu o Sol durante dias e cobriu o veículo espacial com poeira e areia.

Cinco meses depois que o Opportunity hibernou, a NASA pousou outra espaçonave em Marte. O módulo de aterrissagem InSight não se move como o Opportunity, mas ficará parado e sondará a estrutura interna do planeta.

Fonte:New York Times
Compartilhe:
Giovane Almeida
Sou baiano, tenho 18 anos e sou fascinado pelo Cosmos. Atualmente trabalho com a divulgação científica na internet — principalmente no Ciencianautas, projeto em que eu mesmo fundei aos 15 anos de idade —, com ênfase na astronomia e biologia.

Deixe seu comentário!

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.