(Créditos da imagem: Universidade do Estado do Arizona).

Com um valor monetário estimado em mais de 10 mil quadrilhões de dólares (10 seguido de 18 zeros) o 16 Psyche, um asteroide de 120 quilômetros de largura, é o atual “queridinho” das organizações privadas do bilionário Elon Musk e da agência aeroespacial estadunidense, a NASA.

O valor se deve a enorme presença de ouro e outros metais valiosos na composição do asteroide. Para se ter ideia, caso um fragmento viesse à Terra, a economia mundial entraria num formidável colapso.

O astro é de suma importância para os cientistas por ter origem nos primórdios do Sistema Solar, um momento marcado por intensos choques interplanetários. Segundo a NASA, é como se o 16 Psyche fosse um sobrevivente daquela época longínqua, além de ter um núcleo fundido de ferro e níquel que possivelmente pode elucidar como se deu a formação do núcleo da Terra e demais planetas.

Se tudo estiver nos conformes do cronograma das agências, a sonda, batizada de Psyche, será lançada em meados de 2022 com previsão de chegada em 2026. Não haverá nenhuma mineração, pois a sonda terá caráter científico de detalhar mais sobre o asteroide. [NASA].