Harapan, um rinoceronte-de-sumatra macho, posa para foto no Centro de Conservação White Oak, na Flórida, onde ele viveu por um curto período antes de ser transferido para o Santuário de Rinocerontes-de-Sumatra na Indonésia. (Créditos da imagem: Joel Sartore/National Geographic ARK).

A caça de rinocerontes é feita apenas para obtenção de seu chifre, que vale mais que diamante no mercado asiático. Banido internacionalmente desde 1970, o comércio foi reautorizado pela China no final de 2018, em um grande passo para trás. Apesar de nenhuma evidência científica, é utilizado para fins afrodisíacos e medicinais. Muitos parques de conservação retiram os chifres dos rinocerontes para evitar sua caça.

Recentemente, Tam, o último macho dos rinocerontes-de-sumatra da Malásia morreu. Tam havia sido encontrado em 2008 em uma plantação de óleo de palma. Para que não fosse caçado, levaram-o para a Reserva de Vida Selvagem Tabin, na Malásia. A partir de abril de 2019 sua saúde começou a piorar rapidamente, dada sua idade avançada.

A espécie já vinha em declínio, por causa da caça predatória. Em 2011 e 2014 tentaram cruzá-lo com duas fêmeas, mas não funcionou. Hoje, há menos de 80 representantes da espécie vivos na natureza, a maioria isolados em uma ilha.

Publicidade

Em 2018, ONGs de conservação se juntaram para encontrar os cinco rinocerontes-de-sumatra restantes fora da ilha, para tentar cruzá-los. O plano, chamado Resgate do Rinoceronte-de-Sumatra visa salvar a espécie da extinção. [National Geographic Brasil].

Compartilhe:
Avatar
Mais um insignificante humano habitando um pálido ponto azul no vasto oceano cósmico circundante. Com minha ilusória auto-importância, característica humana, me aventuro pelo jornalismo científico. Apaixonado pela ciência desde criança, sou uma das poucas pessoas que como diz Carl Sagan, “passam pelo sistema com sua admiração e entusiasmo intactos”. Atualmente faço o ensino médio em uma ETEC e escrevo para o Ciencianautas.

Deixe seu comentário!

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.