(Créditos da imagem: Reprodução).

Na madrugada do dia 08 de maio, às 03h25, uma gigantesca bola de fogo rasgou o céu de pelo menos 7 cidades mineiras. O bólido – isso é, um meteoro de altíssimo brilho – foi registrado por diversas câmeras de segurança da região, principalmente na cidade de Patos de Minas.

Os dados preliminares foram divulgados pela Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros (BRAMON), uma cooperação mútua de brasileiros que operam câmeras à procura de rochas espaciais que cruzam a atmosfera da Terra. O evento não foi registrado pela rede, mas as análises puderam ser feitas por outras câmeras de segurança independentes.

Trajetória aproximada da rocha espacial. (Créditos da imagem: BRAMON).

A rede divulgou que o objeto seguiu uma trajetória de sul para norte, a 64 quilômetros de altitude, entre as cidades de Araxá e Uberaba. Seguiu com luminosidade elevada na direção nordeste a uma velocidade 55,3 mil km/h, até explodir a 30 quilômetros de altitude, próximo ao município de Tiros, no Triângulo Mineiro.

“As imagens sugerem que alguns fragmentos desse meteoroide possivelmente sobreviveram à passagem atmosférica e chegaram ao solo”, disse a BRAMON em um comunicado. “Se você viu ou registrou esse ou outro bólido, mande seu relato para bramon.imo.net e contribua para o estudo desses fenômenos”, ressalta.

A rede informa que ainda está refinando os dados, mas que atualizará as informações assim que as imagens sejam analisadas novamente.