(Créditos da imagem: Pixabay).

Nem é preciso introduzir o Covid-19, pois todos já o conhecem, dado o pânico que está causando. O fato é que não sabemos exatamente como combatê-lo. Algumas vacinas já entraram em fase de teste, e alguns remédios parecem fazer certo efeito, mas ainda não há nada muito efetivo.

Em meio a tantas notícias ruins, uma nova boa notícia: cientistas chineses podem ter encontrado um mecanismo de invasão das células pelo Covid-19. Basicamente, o vírus é um ser hospedeiro, e precisa de uma célula para “explorar” e se multiplicar, e é por isso que ficamos doentes. 

O vírus precisa entrar na célula por algum lugar, enganando-a. Sabíamos que o vírus invadia a célula utilizando uma proteína chamada ‘spike’ (SP), mas ainda não se sabia como. É nessa parte que os cientistas podem ter dado um passo. A invasão da célula, pelo que foi constatado, é feita por uma proteína chamada CD147, ou para ser mais exato, pela ligação entre o CD147 e a spike protein (CD147-SP).

Sabendo disso, podemos agir para impedir a entrada no vírus nas células, e aí vai mais uma constatação dos pesquisadores: um anticorpo humanizado chamado meplazumab parece inibir a ligação CD147-SP, o que impediria a hospedagem e replicação do vírus.

No momento, o Hospital Tang-Du dirige os testes da segurança e eficácia da injeção do meplazumab humanizado no combate ao Covid-19. A previsão da conclusão, no entanto, é para apenas 31 de dezembro de 2020. 

Referências:

  1. WANG, Ke et al.SARS-CoV-2 invades host cells via a novel route: CD147-spike protein. Acesso em: 22 mar. 2020.
  2. US NIH, Hospital Tang-Du. Clinical Study of Anti-CD147 Humanized Meplazumab for Injection to Treat With 2019-nCoV Pneumonia. Acesso em: 22 mar. 2020.