(Créditos da imagem: Geospatial Intelligence).

Não há dúvida de que o verão da Austrália no ano passado foi absolutamente devastador. Incêndios em todo o país queimaram 186 mil quilômetros quadrados de terra, ceifou a vida de 34 pessoas e afetou bilhões de animais.

De Jacinta Bowler para o ScienceAlert.

Mas há algo particularmente arrepiante ao ver os resultados finais do incêndio. A empresa australiana de análise aérea Geospatial Intelligence (GI) trabalhou com o governo de Nova Gales do Sul para registrar imagens de antes e depois do país, e as imagens são devastadoras.

Grandes áreas que antes contribuíram para as regiões verdes e prósperas ao redor do interior da Austrália agora parecem estéreis. O primeiro conjunto de imagens foi capturado em 2019, antes da temporada de incêndios florestais, enquanto o segundo conjunto foi registrado logo após os incêndios.

Antes da temporada de incêndios de 2019/20. (Créditos da imagem: Geospatial Intelligence).
Depois da temporada de incêndios de 2019/20. (Créditos da imagem: Geospatial Intelligence).

Embora as fotos sejam de partir o coração, elas dão aos governantes informações importantes sobre a paisagem, fornece dados sobre cicatrizes de incêndio e níveis de vegetação, bem como danos materiais e infraestrutura.

Litoral Sul, antes e depois da temporada de incêndios

“Elas [as fotos] têm um valor muito alto para os planejamentos de pré-incêndio”, disse o CEO da Geospatial Intelligence, Rob Coorey, à ABC News.

A diferença nas imagens que a Geospatial Intelligence fornece em comparação ao Google Maps, por exemplo, é a resolução. Os satélites usados pelo Google têm cerca de 30 a 250 metros por pixel, enquanto alguns dos satélites da Geospatial Intelligence têm resolução de 1,5 metro por pixel.

“Não é como o olho humano”, disse Coorey à Canberra Weekly. “Podemos usar computadores para analisar essas imagens detalhadamente e ver os efeitos da vegetação”, acrescentou.

Antes da temporada de incêndios de 2019/20. (Créditos da imagem: Geospatial Intelligence).
Depois da temporada de incêndios de 2019/20. (Créditos da imagem: Geospatial Intelligence).

Embora a temporada de incêndios florestais na Austrália esteja se configurando para ser menos devastadora do que o ano passado, essas tecnologias vão estar cada vez mais presente em nossas vidas à medida que o planeta continua a aquecer.

A Austrália não é o único lugar que está sofrendo com incêndios cada vez mais devastadores. Na Califórnia, incêndios estão atualmente fora de controle, enquanto o Ártico, a Amazônia e a Ásia Central também têm lidado com incêndios piores do que o habitual.