Créditos da imagem: Reprodução).

A Candida auris se instala em pessoas pelo sistema imunológico enfraquecido e, principalmente, em locais hospitalares. Não há registros de casos no Brasil.

Além das superbactérias resistentes a antibióticos, agora existem os superfungos. O The New York Times publicou uma reportagem chamando a atenção para um fungo que tem se espalhado rapidamente pelo mundo e pode levar a óbito. O fungo candida auris se instala em pessoas com o sistema imunológico enfraquecido e preocupa os médicos porque é extremamente resistente a medicações.

Fungos e bactérias resistentes a medicamentos têm aumentado no mundo. O Dr. Jean Gorinchteyn, infectologista do Instituto Emílio Ribas, alertou para o uso de antibióticos e antifúngicos na agropecuária, o que poderia acelerar esse processo de resistência: “O grande problema é que não obrigatoriamente os antibióticos sejam usados no dia-a-dia no tratamento de doenças. A gente vê, principalmente na agropecuária, a utilização de antibióticos que são de ação hospitalar sendo usado no gado, nas aves, na sua prevenção de doenças. Assim como medicações antifúngicas, dando a possibilidade do surgimento e a ocorrência de fungos, além das próprias bactérias, com resistência”.

Publicidade

Segundo o infectologista, a candida auris já foi identificada no Japão em 2009. Em 2016, a Organização Mundial de Saúde e Organização Pan-Americana da Saúde alertaram para a presença do fungo em países como Paquistão, Líbano, Israel, Espanha e Inglaterra. A candida auris se espalha principalmente no ambiente hospitalar e não há casos desse fungo no Brasil. [G1].

Compartilhe:
Avatar
Biólogo, pesquisador orientador em educação

Deixe seu comentário!

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.