O sapo-do-rio-Colorado secreta uma substância psicodélica a partir de glândulas nas laterais do seu pescoço. (Créditos da imagem: J. Bell/Shutterstock).

Uma secreção psicoativa láctea que escorre das glândulas de um sapo da América do Norte pode proporcionar um tratamento de ação rápida e extremamente potente para a depressão, de acordo com um novo estudo.

O anfíbio em questão é o sapo-do-rio-Colorado, de nome científico Bufo alvarius. Esta espécie produz uma substância branca que contém um composto chamado 5-MeO-DMT, uma triptamina psicodélica que está relacionada ao composto DMT.

Quando desidratada e fumada, a incomum gosma do sapo produz uma experiência psicodélica curta, embora devastadora, durante a qual o ego é completamente obliterado e os “insights místicos” são acessados.

Publicidade

Para estudar a eficácia da excreção, os pesquisadores realizaram uma bateria de testes psiquiátricos para examinar o impacto do fumo do leite de sapo em 42 participantes. Publicando suas descobertas na revista Psychopharmacology, os autores relataram que as taxas médias de depressão caíram 18% um dia após a inalação da substância, enquanto a ansiedade foi reduzida em 39% e o estresse em 27%.

Quando a equipe realizou uma análise de acompanhamento quatro semanas depois, eles descobriram que os índices de depressão haviam caído para 68% abaixo dos níveis basais, enquanto a ansiedade e o estresse caíam 56% e 48%, respectivamente.

Publicidade

Apesar dos resultados bem-sucedidos, ainda não se sabe ao certo como a substância age como antidepressivo, mas o estudo aponta que o 5-MeO-DMT pode estimular a formação de novos neurônios no cérebro. Ademais, eles dizem que o composto pode ajudar a aliviar doenças neuropsiquiátricas, ligando-se a receptores sigma-1 no cérebro, que então tem um efeito regulador sobre a inflamação.

No entanto, apesar dos resultados encorajadores deste estudo, os autores são cautelosos sobre a apresentação de seu trabalho, expressando a preocupação de que isso pode levar à exploração clandestina do sapo por meio do comércio ilegal. Felizmente, no entanto, eles apontam que os animais não precisam ser lesados, pois é muito fácil sintetizar o 5-MeO-DMT em laboratório

Recentemente, um estudo separado realizado por pesquisadores da Universidade Johns Hopkins descobriu que 80% das pessoas que usaram o 5-MeO-DMT sintético relataram uma redução tanto na depressão quanto na ansiedade.

Fonte:IFLScience
Compartilhe:
Giovane Almeida
Sou baiano, tenho 18 anos e sou fascinado pelo Cosmos. Atualmente trabalho com a divulgação científica na internet — principalmente no Ciencianautas, projeto em que eu mesmo fundei aos 15 anos de idade —, com ênfase na astronomia e biologia.

Deixe seu comentário!

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.