(Créditos da imagem: Ariel Adorno/Reprodução).

Um eclipse lunar penumbral poderá ser observado em alguns estados do Brasil nesta sexta-feira (05). Ao contrário do eclipse total, o eclipse parcial acontece quando a Lua passa parcialmente pela umbra, como é chamada a sombra da Terra.

O eclipse lunar parcial será visível na Austrália, alguns países da Ásia, África, Europa e em uma pequena parte da América do Sul. Durante o evento, a Lua mergulhará quase metade de sua face na sombra da Terra a partir das 14h45 no horário de Brasília – abaixo do nosso horizonte. O eclipse durará 3 horas, 18 minutos e 13 segundos.

O fenômeno será mais visível para quem estiver na África, a Austrália e a Ásia Central e do Sul. Vista do Brasil, a Lua já nascerá eclipsada no horizonte por volta das 17h30 e o fenômeno chegará ao fim por volta das 18h04.

Um mapa de visibilidade para o eclipse lunar penumbral de 5 a 6 de junho de 2020. (Créditos da imagem: Fred Espenak/NASA).

Sem o auxílio de equipamentos astronômicos, diferir a Lua eclipsada de uma Lua cheia normal será uma tarefa difícil, pois além da visualização não ser favorável na América do Sul, esse tipo de eclipse pouco mudaria a Lua visualmente.

O próximo eclipse lunar com ótima visualização no Brasil só acontecerá em 2021.