À esquerda, Europa vista pela Voyager 1 em 1979. No centro, a lua joviana vista pela Voyager 2 no mesmo ano. À direita, vemos Europa fotografada pela sonda Galileo nos anos 1990. (Créditos da imagem: NASA).

Quarenta anos atrás, uma sonda Voyager capturou as primeiras imagens de Europa, uma das 79 luas de Júpiter. Essas rachaduras marrons (imagem acima) cortam a superfície gelada da lua, o que dá a Europa a aparência de um globo ocular. Nas últimas décadas, missões ao Sistema Solar externo acumularam informações adicionais suficientes sobre Europa para torná-la um alvo de alta prioridade de investigação na busca pela vida.

O que torna esta lua tão atraente é a possibilidade de possuir todos os ingredientes necessários para a vida. Os cientistas têm evidências de que um desses ingredientes, a água líquida, está presente sob a superfície gelada e às vezes pode alcançar o espaço através de enormes gêiseres. Mas ninguém conseguiu confirmar a presença de água a partir da detecção da própria molécula de água. Agora, uma equipe de pesquisadores liderada pelo Goddard Space Flight Center da NASA detectou o vapor de água pela primeira vez acima da superfície de Europa. A equipe detectou o vapor ao observar a lua Europa através de um dos maiores telescópios do mundo, que está no Havaí.

Confirmar que o vapor de água está presente acima de Europa ajuda os cientistas a entender melhor o funcionamento interno da lua. Por exemplo, apoia uma ideia, da qual os cientistas estão confiantes, de que há um oceano de água líquida, possivelmente duas vezes maior que o da Terra, afundando sob a concha de gelo desta lua.

Publicidade

“Elementos químicos essenciais [carbono, hidrogênio, oxigênio, nitrogênio, fósforo e enxofre] e fontes de energia, dois dos três requisitos para a vida, são encontrados em todo o sistema solar. Mas a terceira — água líquida — é um pouco difícil de encontrar além da Terra”, disse Lucas Paganini, cientista planetário da NASA que liderou a investigação que detectou a água. “Embora os cientistas ainda não tenham detectado água líquida diretamente, descobrimos a próxima melhor coisa: água em forma de vapor”, disse.

Paganini e sua equipe relataram na revista Nature Astronomy que detectaram água suficiente para encher uma piscina olímpica em questão de minutos sendo liberada da lua Europa. No entanto, eles também descobriram que a água aparece com pouca frequência, pelo menos em quantidades grandes o suficiente para serem detectadas na Terra. “Para mim, o interessante deste trabalho não é apenas a primeira detecção direta de água acima da Europa, mas também a falta dela dentro dos limites do nosso método de detecção”, disse Paganini.

Publicidade

De fato, a equipe de Paganini detectou apenas um sinal fraco e distinto de vapor de água durante 17 noites de observações entre 2016 e 2017. Observando a lua do Observatório WM Keck, no topo do vulcão adormecido Mauna Kea, no Havaí, os cientistas avistaram moléculas de água no principal hemisfério de Europa, ou seja, o lado da lua que está sempre voltado para a direção da órbita da lua em torno de Júpiter.

As moléculas de água emitem frequências específicas de luz infravermelha à medida que interagem com a radiação solar. (Créditos da imagem: Michael Lentz/NASA Goddard).

Os pesquisadores usaram um espectrógrafo no Observatório Keck, que mede a composição química das atmosferas planetárias através da luz infravermelha que elas emitem ou absorvem. Moléculas como a água emitem frequências específicas de luz infravermelha à medida que interagem com a radiação solar. [NASA].

Referência:

  1. PEGANINI, Lucas et al. “A measurement of water vapour amid a largely quiescent environment on Europa”; Nature Astronomy, 2019. Acesso em: 20 nov. 2019.
Compartilhe:
Giovane Almeida
Sou baiano, tenho 18 anos e sou fascinado pelo Cosmos. Atualmente trabalho com a divulgação científica na internet — principalmente no Ciencianautas, projeto em que eu mesmo fundei aos 15 anos de idade —, com ênfase na astronomia e biologia.

Deixe seu comentário!

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.