(Créditos da imagem: Pixabay).

Está prestes a ser lançado o primeiro anticoncepcional masculino, que terá uma eficácia de 97%, muito próxima a da camisinha, com 98%. O novo método ainda terá uma duração de até 13 anos e é reversível; ou seja, se você quiser ter um filho antes do término do efeito, basta aplicar o “anulador”.

Testado em 303 voluntários, o funcionamento do RISUG (Inibição Reversível do Esperma Sob Controle, na tradução da sigla) é bem simples. Consiste na aplicação de um polímero nos canais por onde são transportados os espermatozoides, e ele bloqueia a passagem.

Por ser uma barreira física e não envolver controle hormonal, não apresenta efeitos colaterais significativos, como outros métodos em teste. Aquela velha desculpa de “masculinidade” não faz sentido, já que a produção de testosterona continua normalmente. 

Ele possui grande vantagem sobre os anticoncepcionais femininos, que apresentam grandes efeitos colaterais. Aquele mais famoso, de pílulas que se tomam diariamente, pode causar até mesmo trombose.

No momento, segundo Radhey Sharma, cientista sênior do Conselho Indiano de Pesquisa Médica (ICMR), aguarda-se apenas as aprovações dos órgão reguladores. [PEBMED].