(Créditos da imagem: Bednarek/Shutterstock).

Alergias a gatos são bastante comuns em humanos e variam de irritação a tratamentos médicos emergenciais. As pessoas que sabem que são alérgicas a gatos evitam os nossos lordes felinos domesticados ou tomam anti-histamínicos. Por muitos anos, tem havido uma discussão sobre a reprodução ou mesmo a modificação genética de gatos para uma versão hipoalergênica de si mesmos, mas uma equipe de pesquisadores resolveu o problema de uma maneira diferente: eles criaram uma vacina para alérgenos de gatos.

A vacina não é para os seres humanos, mas para os gatos. Tem como alvo a proteína Fel d 1, que é a principal das cinco substâncias alergênicas que os gatos produzem. A substância é produzida na saliva do gato e nas glândulas sebáceas, embora não tenhamos certeza de qual é a sua função. Cerca de 10% da população ocidental é alérgica a essa proteína específica.

Conforme relatado no The Journal of Allergy and Clinical Immunology, os pesquisadores que trabalham para a empresa HypoPet testaram com sucesso a vacina em 54 gatos diferentes ao longo de quatro estudos diferentes. A equipe relatou que a vacina foi eficaz na redução de Fel d 1 nos gatos tratados e não causou efeitos tóxicos evidentes sobre os felinos.

Publicidade

“Tanto os seres humanos quanto os animais podem usufruir deste tratamento, pois os donos de gatos que são alérgicos vão ter menos chance de desenvolver doenças crônicas, como a asma, e se tornarão mais tolerantes a seus gatos, que poderão permanecer nas famílias e não vão ser abandonados em abrigos de animais”, escreveu o pesquisador.

A equipe combinou o vírus-do-mosaico-do-pepino com a molécula de Fel d 1, que produz a resposta imune dos gatos. Depois da vacina, o sistema imunológico dos gatos destrói automaticamente as moléculas e os gatos testados foram menos alergênicos aos humanos em comparação com os gatos comuns. [IFLS].

Publicidade
Compartilhe:
Giovane Almeida
Sou baiano, tenho 18 anos e sou fascinado pelo Cosmos. Atualmente trabalho com a divulgação científica na internet — principalmente no Ciencianautas, projeto em que eu mesmo fundei aos 15 anos de idade —, com ênfase na astronomia e biologia.

Deixe seu comentário!

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.