(Créditos da imagem: Reprodução).

Nas últimas duas décadas, cientistas têm estudado como a luz se movimenta ao redor de um eixo paralelo à direção em que a luz viaja. Agora pesquisadores da Universidade de Dayton, nos Estados Unidos, concluíram uma pesquisa de dois anos para criar um novo “estado da luz”, mostrando que ela também pode rodar em um eixo perpendicular à direção em que a luz viaja.

De Juliana Blume para o HypeScience.

Andy Chong e Qiwen Zhan publicaram o resultado do trabalho na revista Nature Photonics no final de fevereiro de 2020.

Os dois pesquisadores especialistas em fotônica relatam que no início do trabalho não tinham expectativas sobre os resultados. “Era mais uma curiosidade. Podemos fazer isso ou fazer a luz fazer aquilo? Quando descobrimos que conseguíamos fazer isso, então questionamos: ‘o que vem depois?’”, descreve Zhan em comunicado da Universidade.

A dupla explica que esta descoberta pode melhorar a transmissão de grandes quantidades de dados com maior segurança, entre outras aplicações em potencial. “O céu é o limite”, diz Zhan.

“Queremos entender melhor como este estado de luz interage com materiais no espaço e no tempo”, disse Chong. [University of Dayton e Nature Photonics].