(Créditos da imagem: CSNA).

A China anunciou o lançamento iminente da primeira missão para construir a sua nova estação espacial orbital, segundo o jornal The South China Morning Post, de Hong Kong.

O programa espacial do país está treinando astronautas e planejando mover o primeiro módulo para um local de lançamento — e, embora os detalhes ainda sejam escassos, é o mais recente sinal de que a liderança da China está investindo pesadamente nas competências espaciais do país.

A agência de notícias estatal Xinhua comprovou o relatório do SCMP, acrescentando que o primeiro módulo da estação será lançado em um foguete de longo curso.

Publicidade

“A China está programada para concluir a construção da estação espacial por volta de 2022”, diz o relatório da Xinhua. “Será o laboratório espacial do país em operação estável em órbita a longo prazo.”

A nova estação espacial da China não será grande, de acordo com o SCMP — ela terá três módulos, e a coisa toda vai abrigar até três astronautas por vez.

O programa espacial chinês já possui uma pequena estação em órbita, a Tiangong-2, mas ela está programada para sair de órbita neste ano, segundo a Xinhua.

Publicidade