(Créditos da imagem: Trisha Shears/Wikimedia Commons).

Todos no mundo cristão conhecem o personagem bíblico Golias, o personagem de maior estatura da bíblia. Digna de seu nome, a aranha-golias (Theraphosa blondi) é, em massa corporal, o maior aracnídeo existente atualmente.

Em 1998, uma aranha-golias criada por Robert Bustard e Brian Burnett de Alyth, aos dois anos de idade, estava pesando 170g e possuía pernas de 28 cm.

Essa tarântula é endêmica da Amazônia — não só brasileira. Apesar de ser conhecida como devoradora de pássaros, ela raramente se alimenta de aves; sua dieta é composta principalmente por insetos e animais invertebrados; ora caça pequenos vertebrados, como sapos e roedores.

Elas habitam tocas subterrâneas abandonadas ou escavadas por elas mesmas. De hábitos noturnos, caça nas redondezas de sua casa, nunca se afastando mais do que alguns metros do local.

As fêmeas passam a maior parte da vida em suas tocas, forradas com seda. Elas depositam seus pelos urticantes em cima dos ovos para protegê-los. Uma aranha-golias fêmea pode passar dos 20 anos de vida, enquanto o macho pode viver apenas até os 6.

Publicidade

Solitárias, só se encontram durante o acasalamento. Após ejacular, o macho precisa fugir para não ser ferido ou até morto pela fêmea.

Relatos indicam que a aranha recebeu esse nome porque quando foi descoberta, no início do século XIX, a avistaram caçando e se alimentando de um beija-flor enquanto “cantarolava”. Apesar de não se saber a veracidade da história, sabe-se que ela pode se alimentar de pequenas aves. O “canto” relatado na história trata-se de um ruído que elas emitem para afastar predadores.

Como se o fato de a agressiva aranha caçar pássaros e emitir um ruído não fossem intimidadores o suficiente, com seus super-poderes, ela pode regenerar seus membros, caso perdidos.

Não se preocupe de ser morto por essa assustadora aranha. Apesar de seu veneno paralisar suas presas, nos seres humanos ele não causa nada além de irritação na pele, inchaço, dores e náuseas. Na verdade é ela que deve se preocupar com os humanos, pois é bastante procurada para ser criada como um bichinho de estimação e pode correr o risco de extinção com a destruição de seu habitat.

No vídeo abaixo você pode ver uma aranha-golias caçando um rato.

Publicidade

Referências:

  1. Arkive. Goliath bird-eating spider. Acesso em: 06 fev. 2018.
  2. Blue Planet Biomes. “Goliath Bird Eating Spider”. Acesso em: 06 fev. 2018.
  3. FEARNLEY, Kirstin. “Weird & Wonderful Creatures: Goliath Birdeater”; AAAS. Acesso em: 06 fev. 2018.
  4. Guiness World Records. “Largest spider”. Acesso em: 06 fev. 2018.
Compartilhe:
Mais um insignificante humano habitando um pálido ponto azul no vasto oceano cósmico circundante. Com minha ilusória auto-importância, característica humana, pretendo seguir carreira no jornalismo científico. Apaixonado pela ciência desde criança, sou uma das poucas pessoas que como diz Carl Sagan, “passam pelo sistema com sua admiração e entusiasmo intactos”. Atualmente faço o ensino médio em uma ETEC e escrevo para o Ciencianautas.

Deixe seu comentário!

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.