(Créditos da imagem: Parque Arqueológico da Pompéia/Agence France-Presse).

Uma carruagem romana ornamentada foi descoberta “quase intacta” perto da cidade italiana de Pompeia, anunciou o parque arqueológico da Pompéia, classificando-a como um achado “sem igual” no país.

De AFP para o ScienceAlert.
Traduzido por Julio Batista.

A carruagem processional de quatro rodas foi encontrada no pórtico dos estábulos onde os restos mortais de três cavalos foram desenterrados em 2018, incluindo um ainda em seu arreio.

Pompeia foi submersa em lava fervente quando o Monte Vesúvio entrou em erupção em 79 d.C., matando entre duas mil a quinze mil pessoas.

LEIA TAMBÉM: 100 sarcófagos lacrados de mais de 2500 anos são encontrados no Egito

“Uma grande carruagem cerimonial com quatro rodas, junto com seus componentes de ferro, belas decorações de bronze e estanho, restos de madeira mineralizada e marcas de materiais orgânicos (das cordas aos restos da decoração floral), foi descoberta quase intacta”, disse o comunicado emitido pelo parque arqueológico. “Esta é uma descoberta excepciona que não tem paralelo na Itália até agora — em excelente estado de preservação”.

(Créditos da imagem: Parque Arqueológico da Pompéia/Agence France-Presse).

O local da escavação é conhecido como Civita Giuliana, uma vila suburbana que fica a apenas algumas centenas de metros da antiga cidade de Pompeia. A escavação faz parte de um programa de combate às atividades ilegais na área, incluindo a escavação de túneis para encontrar artefatos que podem ser vendidos em mercados ilícitos.

Os saqueadores, felizmente, não encontraram a sala onde a carruagem esteve por quase dois mil anos, cavando túneis em ambos os lados, disse o comunicado do parque.

LEIA TAMBÉM: No Brasil está o caso mais antigo de decapitação nas Américas

Os especialistas tiveram muito cuidado para desenterrar o veículo, por exemplo, despejando gesso em buracos “para preservar a marca de qualquer material orgânico” que se tenha decomposto, acrescentou.

O parque disse que isso permitiu que fosse desenterrado bem preservado, deixando até as marcas das cordas, “revelando assim a carruagem em toda a sua complexidade”.

“Pompeia continua a surpreender com todas as suas descobertas e continuará a fazer isso por muitos anos ainda, com 20 hectares ainda a serem escavados”, disse o ministro da Cultura, Dario Franceschini.

Desfiles e procissões

“É uma descoberta extraordinária para o avanço do nosso conhecimento do mundo antigo”, acrescentou Massimo Osanna, diretor cessante do parque. “O que temos é uma carruagem cerimonial, provavelmente o Pilentum referido por algumas fontes, que não era usado para uso diário ou para transporte agrícola, mas para acompanhar festas, desfiles e procissões da comunidade”.

Os vestígios notavelmente bem preservados de Pompeia foram lentamente descobertos por equipes de especialistas em arqueologia.

É o terceiro ponto turístico mais visitado da Itália, atraindo mais de 3,9 milhões de visitantes em 2019. A cidade antiga foi fechada após o pico da pandemia do coronavírus e só reabriu em 18 de janeiro.

Originalmente publicado por Universo Racionalista. Leia o original aqui.