(Créditos da imagem: Reprodução).

Jens Spahn, ministro da saúde da Alemanha, apresentou um projeto de lei que contém uma multa de até R$11.058 para os pais que não vacinarem seus filhos em idade escolar contra o sarampo.

Segundo Spahn, o objetivo da lei não é multar as pessoas, mas sim  garantir que todos sejam imunizados.

“Eu quero erradicar o sarampo”, disse Spahn ao jornal Bild am Sonntag.

Publicidade

A legislação visa proibir as crianças muito jovens que não foram vacinadas de frequentar a pré-escola, e como as escolas são obrigatórias para as crianças alemãs a partir dos 6 anos, os pais com filhos não vacinados serão obrigados a pagar a multa.

O projeto de Spahn faz parte de um esforço nacional em andamento: no mês passado, o estado de Brandeburgo, no nordeste do país, tornou-se o primeiro a introduzir vacinas obrigatórias para crianças que frequentam o jardim de infância.

Publicidade

Karl Lauterbach, especialista em políticas de saúde, citou uma “base muito boa” para a discussão. “Não funcionará sem multas”, afirmou ao jornal Augsburger Allgemeine.

O sarampo

A Organização Mundial da Saúde emitiu um alerta sobre a crescente ameaça do sarampo. No mês passado, a OMS informou que os casos de sarampo aumentaram 300% em comparação com o primeiro trimestre de 2018; na terça-feira (7), a agência de saúde das Nações Unidas observou que mais de 34 mil pessoas na Europa haviam contraído sarampo nos dois primeiros meses deste ano.

A Alemanha, que registrou mais de 500 casos de sarampo em todo o ano de 2018, já listou 300 neste ano.

O sarampo é altamente contagioso, mas também totalmente evitável — desde que as pessoas sejam vacinadas. [The Washington Post, G1].

Compartilhe:
Giovane Almeida
Sou baiano, tenho 18 anos e sou fascinado pelo Cosmos. Atualmente trabalho com a divulgação científica na internet — principalmente no Ciencianautas, projeto em que eu mesmo fundei aos 15 anos de idade —, com ênfase na astronomia e biologia.

Deixe seu comentário!

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui.