(Créditos da imagem: Reprodução).

Nesta terça-feira (7) ocorre a última Superlua do ano. Apesar de ser chamada de “Super Pink Moon” (Superlua Rosa) nos Estados Unidos, ela não tem uma cor diferente. O nome foi dado por conta de uma planta selvagem dos EUA, a Phlox subulata, que tem flores róseas e floresce nesta época do ano.

Uma Superlua é um fenômeno em que a Lua está em seu perigeu (ponto da órbita mais próximo da Terra) ao mesmo tempo em que está em sua fase cheia.

A beleza dessa coincidência matemática é enorme. A Lua pode chegar a ter 14% a mais do seu tamanho no céu e brilhar cerca de 30% mais.

No Brasil o melhor horário para observar o fenômeno será logo após o pôr-do-sol, por volta das 19 horas.