(Créditos da imagem: Aquário de Virgínia).

Um vídeo notável que mostra o nascimento de um polvo em um aquário da Virgínia foi visto mais de três milhões de vezes nas mídias sociais.

A gravação mostra um bebê polvo da espécie Octopus briareus (caribbean reef octopus) que luta para sair de uma pilha de ovos entre flores. Quase imediatamente, as células da criatura incolor liberam pigmento, dando-lhe uma tonalidade acastanhada. Em seguida agita com seus minúsculos tentáculos e dispara na água.

O aquário, localizado em Virginia Beach, publicou o vídeo de dez segundos em sua página no Facebook em 06 de fevereiro e teve mais de dois milhões e trezentas mil visualizações.

O vídeo também foi postado na conta do Aquário da Virgínia no Twitter, na qual ele teve até mais de um milhão e quatrocentas mil visualizações. Somados os números de visualizações nas duas redes sociais, o vídeo já foi visto por mais de 3 milhões e 700 mil internautas.

Klepeisz diz que o aquário está “empolgado” com a resposta do público ao vídeo.

Publicidade

Esta foi a primeira tentativa de nascimento de polvo no aquário, disse ao jornal The Washington Post Julie Levans, herpetóloga e curadora sênior de peixes e invertebrados. Ela acrescentou que cerca de quinze a vinte bebês polvos nasceram nos últimos dias.

“Parte da missão do aquário é educar e inspirar a conservação do meio ambiente marinho e este foi um momento realmente empolgante que permitiu que pudéssemos compartilhar algo que nem sempre é visto e depois conversar sobre isso com nossos fãs é fornecer a ciência por trás do que está acontecendo”, disse o porta-voz do Virginia Aquarium & Marine Science Center, Matthew Klepeisz.

Em meio a comentários sobre o quão bonitos os bebês polvo são, os telespectadores também conseguiram aprender mais sobre os polvos porque o bebê polvo, que era incolor antes e durante a eclosão, rapidamente se tornou castanho assim que ele saiu do ovo.

Klepeisz diz que os pesquisadores levantaram a hipótese de que o rápido fluxo de pigmento se deve ao estresse de nascer ou ao instinto de se camuflar rápido, segundo o site de divulgação científica Phys.org.

Klepeisz acrescenta que o crescente hype em torno do vídeo foi “absolutamente avassalador.

Publicidade

Embora seja esperado que nem todos os rebentos de Octopus briareus sobreviverão, Levans ressaltou que a equipe do aquário fornecerá seus melhores cuidados ao animal com o objetivo de criar alguns até a idade adulta.

“Nós vamos alimentá-los o máximo que pudermos, nos certificando que eles tenham qualidade de água impecável e que todas as suas necessidades estão sendo completamente atendidas e espero que possamos ser bem-sucedidos”, disse ela.

Mas antes que todos façam uma corrida desenfreada para o aquário, Levans disse que a exposição do polvo não apresentará a prole até que os filhotes cresçam até o tamanho de uma bola de golfe.

“Nosso polvo colocou ovos e tivemos muitas eclosões!”, anunciou a direção do Aquário da Virgínia na publicação do Facebook. “Enquanto estamos cautelosamente otimistas, é comum que polvos coloquem mais de cem ovos em sua bolsa feminina para garantir que pelo menos um chegue até a idade adulta. Felizmente, essas pequenas criaturas vão receber a melhor chance possível de nossa incrível equipe de cuidados animais”.

Comentar

Por favor, escreva seu comentário.
Por favor, indique o seu nome aqui